Um adeus à malandragem

Ontem o Rio foi dormir menos malandro. A Gafieira Estudantina, referência na noite carioca por mais de 75 anos, fechou suas portas.


Gafieira Estudantina Musical - Espaço externo antes de uma festa na casa | Artigo Rebuliço - Autor: João Suprani - Título: Um adeus à malandragem - Capa Site

Ontem o Rio foi dormir menos malandro.

Mesmo cientes da possibilidade e acompanhando o caso de perto nos últimos dias, estávamos tranquilos por uma notícia vinda da própria Estudantina no fim de semana. Soubemos que o prazo havia sido prorrogado e que a casa funcionaria pelo menos até o dia 26 de outubro.

Tranquilo. A Festa Pseudo Cult seria nesta sexta, dia 20, e a única coisa que nos preocupava era manter nossa produção intacta e realizar um festão após 5 meses parados. Ser uma das últimas festas da Estudantina, se não a última, chegou até a amaciar o ego, confesso, pela possibilidade de ser parte desse momento fatídico, apesar de triste.

Pela manhã, ao receber a mensagem que dizia “o despejo está sendo feito neste momento”, o sentimento foi outro. Só conseguia lamentar por ver mais um patrimônio cultural do Rio desaparecendo.

Gafieira Estudantina Musical - Espaço interno em momento vazio | Artigo Rebuliço - Autor: João Suprani - Título: Um adeus à malandragem - Imagem 01

As gafieiras, que hoje mal existem, já foram cerca de 300 espalhadas pelo Rio de Janeiro. Berço da malandragem esteriotipada e exportada incansavelmente, surgiram no início do século XX, em uma tentativa das classes mais pobres de emular os bailes de salão da classe média. Eram espaços mais democráticos, mas que, ao contrário do que afirmam alguns registros, não misturavam pessoas de todos os tipos. Reuniam essencialmente negros e mestiços pobres, discriminados em outros ambientes.

Posteriormente, como de costume, a classe média branca se interessou e veio a se integrar, colaborando para a construção da imagem de malandragem que permeia o imaginário carioca, a partir dos anos 30 ou 40. Febre entre os casais que dançavam em par ao som de big bandsde chorinho, foxtrots e outros ritmos dessas orquestra de baile, duraram até meados dos anos 70, quando começou a decadência desta cena e o fechamento de diversos clubes.

A origem do termo gafieira também vale ser citada, inclusive por ter surgido a partir de uma experiência do cronista carnavalesco Picareta no Elite Club, gafieira que ainda resiste na Rua Frei Caneca, no Centro. Julgando o comportamento dos frequentadores dos bailes, o jornalista descreveu como um antro de gafes, indiscrições cometidas na tentativa de imitar os padrões de etiqueta dos bailes da classe média. Há quem diga que na verdade o jornalista ficou ressentido por ter chegado com 5 amigos e ter conseguido entradas grátis apenas para ele e sua esposa. Acabou indo embora do local afirmando indignado: “Este lugar é uma gafieira!”.

Gafieira Estudantina Musical - Espaço interno em festa de gafieira | Artigo Rebuliço - Autor: João Suprani - Título: Um adeus à malandragem - Imagem 02

Frequentador assíduo da noite do Centro há uma década, sempre me encantei pelo saudosismo daquelas ruas e por essas histórias, entranhada nas paredes dos casarões. E a Estudantina se destacava. Um marco da cultura da cidade, com a alcunha de patrimônio, comprovada pelos belos momentos nas fotografias que enfeitavam a parede à esquerda da escadaria.

Gafieira mais antiga da cidade (há controvérsias), saiu do Flamengo para fixar-se na Praça Tiradentes em 1942, onde passou por altos e baixos e recebeu pessoas de todos os tipos. Rumores afirmam que quase virou churrascaria nos anos 80, mas seguiu sendo point dos casais amantes da dança. Em tempos mais recentes, mesmo quando a região se via largada, virou referência das noites de 3ª feira, com seu famigerado Forró da Lapa.

Aportaríamos na Estudantina pela 7ª vez. Não à toa, o espaço foi o que mais recebeu edições da nossa festa. Lá em meados de 2014, resistentes em voltar a receber eventos que não fossem gafieira-forró-samba, acabaram se empolgando quando nossa primeira edição lotou a casa, com um público diverso, tranquilo e bom de bico. A casa se dispôs a se adaptar, então fomos parceiros: convidamos outros produtores, fizemos propaganda e enchemos a casa sempre.

Mas o espanhol é durão. Seguiu do jeito dele. Também não se rendeu totalmente à juventude e manteve os bailes para os clientes antigos. Talvez tenha sido um erro não seguir os passos da Elite, concorrente/irmã, que mudou de perfil para sobreviver. Mas se foi mesmo um erro, foi justo. Afinal, estamos falando de tradição.

Enfim, criamos bons laços, conhecemos as internas do casarão e mais importante, fizemos muita gente feliz naquelas noites. A saudade vai ficar.

Não dá pra negar que a busca por um novo local e a possibilidade de um adiamento a 4 dias do evento trouxe um clima de desespero, ainda mais em tempos difíceis de encontrar casas dispostas a parcerias interessantes. Mas produção é isso aí. Resolver pepino sempre foi e vai continuar sendo requisito básico do nosso trabalho.

Deixo uma foto que talvez não seja das melhores, mas que marcou o primeiro passo da amizade entre Festa Pseudo Cult e Centro Cultural Estudantina Musical.

Gafieira Estudantina Musical - Espaço interno na festa Pseudo Cult | Artigo Rebuliço - Autor: João Suprani - Título: Um adeus à malandragem - Imagem 03

João Suprani

Designer, produtor cultural e exímio frequentador de botecos e eventos no Centro do Rio. Paga de amante da MPB, mas se rende ao brega com alguma frequência. Não à toa, criou uma festa chamada Pseudo Cult. É apaixonado por música e faz bicos de DJ, além de ser um saudosista e nunca dispensar um amendoim aperitivo.

Um adeus à malandragem

Choose A Format
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Meme
Upload your own images to make custom memes
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge